Marcos Portugal Missa Grande
para vozes solistas, coro e órgão/baixo contínuo

de Marcos Portugal

Edição Coro de Câmara de Lisboa, 2009 (Lisboa)
Língua(s) Português e Inglês
Páginas xl, 100 pp.
ISMN 9790900750211
Dimensões 210 × 290 mm
Peso 540 g
PDFExcerto da obra

Preço:15.00 € ×  exemplar(es)  


Datada de c.1782-1790, foi provavelmente encomendada pela Rainha D. Maria I. Trata-se da primeira edição (bilingue: português e inglês) de uma das mais paradigmáticas obras de finais do século XVIII e século XIX em Portugal, como se pode verificar pelo elevado número de versões encontradas (15), e de cópias manuscritas sobreviventes (80). Foi também conhecida no Brasil, sendo cantada nas Capelas Real e Imperial do Rio de Janeiro, e em Minas Gerais. No seu Diccionario Biographico de Muzicos Portuguezes o musicólogo Ernesto Vieira refere-se à obra nestes termos:

“[...] no tempo em que eu comecei a exercer a arte se executava ainda com frequência em Lisboa e era muito conhecida pela designação de “Missa Grande”, é muito notável por um grande sextetto no “Domine Deus”, para dois sopranos, contralto, tenor e dois baixos, bella e graciosa peça concertante; o “Cum Sancto Spirito” é também uma explendida fuga a dois sujeitos. [...].”

A presente publicação inclui um ensaio introdutório, a descrição das três fontes utilizadas e aparato crítico.