Marcos António da Fonseca Portugal [Marco Portogallo]

Marcos Portugal Lisboa, 24 de Março de 1762 – Rio de Janeiro, 17 de Fevereiro de 1830. Organista, maestro e prolífico compositor luso-brasileiro (mais de 70 obras dramáticas, incluindo cerca de 40 óperas, e mais de 160 obras religiosas), conheceu um sucesso internacional sem paralelo na história da música portuguesa, com milhares de representações operáticas na Europa. Em Portugal e no Brasil, no entanto, a sua fama de compositor alicerçou-se primordialmente no género sacro, com algumas das suas obras mantendo-se no repertório das igrejas e capelas até inícios do século XX. | Ler mais...


15 Fev 2020
Novo CD disponível:
Marcos Portugal: música religiosa publicada no século XIX

Capa do CD O Coro de Câmara de Lisboa, ao abrigo do programa de apoio pontual à edição da Direcção-Geral das Artes, editou recentemente um CD com a gravação de quatro obras de Marcos Portugal para vozes solistas, coro e órgão/baixo contínuo, correspondendo às quatro obras já editadas em livro em 2017:

  • Missa (Mass, P 01.17);
  • Te Deum (P 04.08);
  • O quam suavis (P 05.11);
  • Tantum ergo (P 04.04).

O livreto do CD inclui notas introdutórias de António Jorge Marques e de Sérgio Dias, bem como todo o texto das peças em Latim, Português e Inglês.

Comprar o CD »

Nota: Os números de catálogo acima utilizados dizem respeito às respectivas entradas do catálogo temático, que tem por autor o coordenador da presente edição crítica (António Jorge Marques, “A obra religiosa de Marcos António Portugal (1762-1830): catálogo temático, crítica de fontes e de texto, proposta de cronologia”, 2012, Lisboa: Biblioteca Nacional de Portugal/CESEM, e Bahia: EDUFBA).

Apoio:
Apoios da edição (Ministério da Cultura e Direcção-Geral das Artes)

6 Out 2018
Novo livro disponível:
Marcos Portugal (1762-1830): publicações de música religiosa no século XIX

Capa do livro O Coro de Câmara de Lisboa, ao abrigo do programa de apoio pontual à edição da Direcção-Geral das Artes (tutelada pelo Ministério da Cultura), e juntamente com a Biblioteca Nacional de Portugal (BNP) e com o CESEM (Centro de Estudos de Sociologia e Estética Musical), editou recentemente um livro com as partituras de quatro obras de Marcos Portugal para vozes solistas, coro e órgão/baixo contínuo.

As obras incluídas são uma Missa (P 01.17) datada de 1783-4, um Te Deum (P 04.08) composto para o baptizado do infante D. Miguel em 1802, um O quam suavis (P 05.11) e um Tantum ergo (P 04.04). A edição é bilingue (português e inglês) e inclui uma biografia do compositor, um ensaio sobre a música editada, a descrição pormenorizada das fontes e aparato crítico. O coordenador da edição crítica é António Jorge Marques.

Comprar o livro »

Nota: Os números de catálogo acima utilizados dizem respeito às respectivas entradas do catálogo temático, que tem por autor o coordenador da presente edição crítica (António Jorge Marques, “A obra religiosa de Marcos António Portugal (1762-1830): catálogo temático, crítica de fontes e de texto, proposta de cronologia”, 2012, Lisboa: Biblioteca Nacional de Portugal/CESEM, e Bahia: EDUFBA).

Apoio:
Apoios da edição (Ministério da Cultura e Direcção-Geral das Artes)

11 Jan 2013
Livro:
A obra religiosa de Marcos António Portugal (1762-1830): catálogo temático, crítica de fontes e de texto, proposta de cronologia

Capa do livro de António Jorge Marques
Ano: 2012
Desc. Física: 1052 p. + 1 disco óptico (CD-Rom); 28 cm
ISBN: 9789725654729
Edição: Biblioteca Nacional de Portugal / CESEM

Poderá comprar o livro ou obter mais informações no site da Biblioteca Nacional.

Disponível para venda: partitura da “Missa Grande”
5 Ago 2010

Capa da partitura A Missa Grande (c.1782-1790) de Marcos Portugal (1762-1830) é uma das obras mais paradigmáticas do século XIX em Portugal. Foi provavelmente encomendada pela Rainha D. Maria I, e manteve-se no repertório das igrejas portuguesas até inícios do século XX. Originalmente destinada para vozes e orquestra, viria a ser adaptada pelo compositor para baixo contínuo, tornando-a assim acessível a muitas capelas do reino. É justamente esta última versão que foi agora editada (e recentemente gravada), encontrando-se disponível para venda.
Mais informações...